Grafica IdealA Gráfica Ideal transformou, em 2019, mais de 8000 toneladas de matéria prima, a que correspondeu um volume de faturação de € 14 milhões. Destes, € 8 milhões foram provenientes de exportação indireta, € 1,5 milhões de exportação direta e € 4,5 milhões mercado interno. O EBITDA em 2019 foi de € 2,5 milhões e o número médio de trabalhadores foi de 134 colaboradores.

O ano de 2019 ficou marcado pelo encerramento de um ciclo de forte investimento de € 8 milhões, aplicados na construção de mais 10 000m2 de área coberta e na requalificação da zona administrativa da empresa, a que se juntaram investimentos de aquisição de novos equipamentos. A área total das GI passou para os 30 000 m2 a que correspondem 20 000 m2 de área coberta, com capacidade para transformar 15.000 toneladas de matéria-prima por ano.

A Gráfica Ideal de Águeda foi fundada em 1945 com a denominação Pedro Afonso Balreira, com o objetivo de se tornar uma referência no setor tipográfico através da criação da marca comercial Gráfica Ideal. Foi a partir dos anos 60 que a empresa ganhou escala a nível nacional, e na década de 70 passou a designar-se Pedro Afonso Balreira & filhos, Lda.

No verão de 1980 foram inauguradas as novas instalações tendo-se verificado uma forte expansão do negócio. Os anos 90 foram marcados pelo início de uma profunda crise no setor, à qual a empresa respondeu com uma reorientação no sentido da especialização na produção de embalagens.

Entre 1998 e 2000 a empresa implementou um programa PEDIP, com investimentos que permitiram restruturar o negócio no sentido da aposta na especialização no fabrico de embalagens. Nos anos 2000, a empresa Pedro Afonso Balreira & filhos Lda. foi adquirida pelo Grupo Levira, dando origem à designação social de Gráfica Ideal de Águeda – Indústrias Gráficas S.A.

Em 2004 a empresa investiu na modernização dos processos e em 2012 adotou a norma ISO 12647. Fez ainda a implementação do processo de Certificação ISO 22000:2005 – Sistema de Gestão da Segurança Alimentar + PAS 223, em 2013, tornando-se na primeira e única empresa nacional do sector (produção e comercialização de embalagens em cartolina, papel e microcanelado litografadas em offset) a obter esta certificação internacional.

Em 2015, a GI obtém a Certificação de Cadeia de Custódia FSC. Em 2017 começa um novo ciclo de expansão e requalificação do negócio, apoiados por um programa de incentivo Portugal 2020, focando o investimento nas novas tecnologias de informação rumo ao desígnio nacional da Indústria 4.0, implementando uma solução vertical ao nível do ERP.

Em 2019 conclui o aumento da área fabril passando de 10.000m2 de área coberta para os atuais 20.000m2. 

O ano 2020 ficará marcado pelos 75 anos de existência da Gráfica Ideal que coincidirá com a inauguração dos novos escritórios. A GI prevê, ainda, a obtenção da certificação BRC em 2020 e FSSC em 2021.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.